A Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP) e o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) assinam hoje, às 16h, convênio de cooperação técnica para, entre outros projetos, implantar a ciclofaixa da Avenida Marechal Floriano Peixoto.

O projeto faz parte da proposta de Curitiba para o STAQ (Sustainable Transport and Air Quality), projeto regional financiado com recursos do Banco Mundial e do Global Environment Facility (GEF) e coordenado pela ANTP. O objetivo do projeto é reduzir as emissões de gases de efeito estufa por meio de intervenções em meios de transporte sustentáveis e mais eficientes.

Pesquisa

Também com recursos do GEF será elaborado estudo de vulnerabilidade climática que analisará as possibilidades de cheias até 2100. Curitiba será a primeira cidade brasileira a desenvolver estudo como esse. Faz parte do convênio ainda a contratação de consultoria para o Plano Diretor Cicloviário de Curitiba e o Sistema Integrado de Mobilidade (SIM). Curitiba é uma das três cidades brasileiras a receber os recursos que serão doados através da ANTP. As outras cidades são Belo Horizonte e São Paulo.