Moradores do Jardim Cruzeiro, no Santa Cândida, estão na bronca com o abandono de uma das poucas opções de lazer da região. A Praça Padre José Zajac, entre as ruas Buda, Antônio Teixeira e Alberto Magno, apresenta problemas com falta de manutenção. O mato toma conta do espaço e, como não há lixeiras, garrafas pet, latas de cerveja e todo tipo de lixo estão espalhados pela área.
Quem mora pelos arredores está indignado com a situação. O aposentado Mário José de Paula vive no bairro há 30 anos e conta que nunca viu a praça neste estado de abandono. “Deixaram o mato crescer, o lixo acumular e agora ninguém mais frequenta o lugar. Antes mães e pais traziam seus filhos para brincar e agora a praça fica vazia o tempo todo. Nunca deixaram tão largada assim”, reclama.

Marco André Lima
Prefeitura promete limpar o espaço na semana que vem.

Outra vizinha, que preferiu não se identificar, disse que deixou de caminhar diariamente na praça pela falta de manutenção e segurança. “Não tem mais como. A pequena pista de asfalto ao redor da praça está tomada pelo mato. Na parte interna a grama está muito alta e tem lixo por toda a parte. Além disso, a bandidagem aproveita a má conservação para passar o dia na praça vadiando”, alerta a moradora.

O aposentado Antônio também reclama da sensação de falta de segurança na praça. “Como está abandonada, os maloqueiros aproveitam para vir aqui passar o dia bebendo e fazendo outras coisas. Isso que dá não fazer manutenção do espaço público. A bandidagem toma conta mesmo”, lamenta.

Manutenção agendada

O Departamento de Parques e Praças da Secretaria Municipal do Meio Ambiente informou, por meio de nota, que há manutenção prevista para a praça, o que deve ocorrer até a próxima semana.