Um bebê prematuro, dado como morto pela equipe médica do hospital no qual nasceu, na madrugada da última sexta-feira (01), voltou à vida horas depois de perder totalmente os sinais vitais, provocando grande comoção no município de Colorado, no interior do Estado. A situação toda foi confirmada pela assessoria de imprensa do Hospital Santa Clara, onde o parto da criança aconteceu.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Segundo informações repassadas em nota pela comunicação da instituição, a mãe da criança, uma jovem de 24 anos cujo nome não foi divulgado, deu entrada no pronto atendimento da unidade por volta da 1h30. Por conta dos riscos constatados à saúde da mãe e do bebê, a equipe de médicos que a atendeu acionou uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para acompanhar o procedimento.

+ Leia mais: Porteiro de empresa ônibus leva tiro na cabeça em tentativa de assalto; ladrão também foi baleado

Cerca de uma hora depois do início do trabalho de parto, segundo a nota, o bebê (um menino) nasceu pesando pouco mais de um quilo. Com a saúde extremamente comprometida, porém, a criança precisou ser submetida a manobras de reanimação por conta de uma queda brusca dos sinais vitais. Sem responder aos procedimentos nem apresentar sinais de vida, como respiração ou batimentos cardíacos, o bebê foi dado como morto pelos médicos.

+ Leia ainda: “Ele me machucou, mas eu o amo mesmo assim” diz filha presa suspeita de matar o pai a facadas

Passada meia hora do comunicado oficial das equipes médicas à família, a mãe da criança levou um susto quando, ao abraçar o corpo do filho num momento de despedida, percebeu que a criança voltara a respirar ainda em seus braços. Em estado bastante delicado, o menino foi, então, levado à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal da Santa Casa de Maringá, a cerca de 93 quilômetros de Colorado.

A Tribuna do Paraná tentou contato com a instituição para apurar o estado de saúde do bebê neste sábado (2), sem sucesso.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Menina de 12 anos é estuprada a caminho da escola; suspeito foi reconhecido e preso