O transporte público precisa ser tratado pelos governantes como um bem social, assim como é feito com a educação e a saúde. Essa foi a posição defendida pelo prefeito de Curitiba, Beto Richa, na tarde de ontem, no 15.º Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito, que acontece em Goiânia.

"Com o crescimento das cidades, o transporte público ganhou relevância social e precisa ser encarado como um bem social. É dever de todo governante pensar seriamente sobre as condições de acesso e de qualidade deste serviço", afirmou Beto. O prefeito foi o coordenador do painel de debates Transporte Público em 2020, dedicado a antecipar soluções para o transporte coletivo.

O debate contou com a participação de especialistas brasileiros e internacionais, e do vice-presidente da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), Cláudio de Senna Frederico. A entidade é responsável pela organização do congresso, que acontece a cada dois anos é consolidou-se como o principal fórum latino-americano de debates sobre mobilidade, transporte público e desenvolvimento sustentável das cidades.

O Congresso Brasileiro de Transporte e Trânsito acontece simultaneamente à 4.ª Exposição Internacional de Transporte e Trânsito – 4.ª Intrans -, evento associado aos congressos bienais da ANTP. Aberto ao público e com entrada gratuita, a exposição conta com 43 estandes de expositores de diferentes segmentos do setor.