Arquivo / O Estado
Arquivo / O Estado

O programa de Transporte Urbano
prevê melhorias em 22,39
quilômetros da malha viária local.

Apesar da licitação das obras do Eixo Metropolitano ainda estar impedida, o prefeito Beto Richa (PSDB) anunciou, ontem pela manhã, novo pacote de obras pelo Programa de Transporte Urbano. Outros quatro lotes de licitação foram abertos. As obras, cujo investimento previsto é de R$ 34,8 milhões, serão parcialmente (34%) financiadas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). ?Pelo porte das obras, e pelos valores, se faz necessário que seja uma licitação internacional. Esperamos mais transparência nessa licitação?, afirma o prefeito Beto Richa.

Das quatro obras previstas neste edital de licitação, três são binários, sistema formado por duas vias paralelas que operam em sentidos opostos, e a outra, uma ligação entre os terminais Capão da Imbuia e Hauer.

O edital foi publicado na última quinta-feira, no Diário Oficial. Passado todo o processo burocrático que, segundo o coordenador da Unidade Técnica Administrativa de Gerenciamento do Programa (Utag), Wilson Justus, deve se prolongar até o final de novembro ou início de dezembro, a previsão é que as obras tenham início em janeiro de 2006.

O programa de Transporte Urbano prevê melhorias em 22,39 quilômetros da malha viária local. As obras de ampliação da capacidade da Rede Integrada de Transporte previstas são: a implantação dos binários da Rua Mário Tourinho (R$ 7 milhões), Avenida Brasília (R$ 6 milhões) e Santa Bernadethe (R$ 11,25 milhões) e a ligação entre os terminais da Vila Hauer e Capão da Imbuia (R$ 10,58 milhões). ?A conclusão de todas elas será em, no máximo, oito meses?, estima Richa, que anuncia ainda a readequação – pavimentação e sinalização – das ruas do entorno das obras.

Junto com outras obras que ainda não foram iniciadas, como a implantação de binários nas ruas Chile, Jacarezinho e Anita Garibaldi e as obras do Eixo Metropolitano, que também fazem parte do programa de Transporte, os investimentos totais chegam a US$ 133 milhões, sendo US$ 80 milhões vindos do BID e os US$ 53 milhões restantes, da Prefeitura e iniciativa privada.

Eixo

Sobre as obras do Eixo Metropolitano o prefeito, que revogou, na última semana, a licitação realizada em 2004, diz que está aguardando o aval do BID. ?Estamos encaminhando para a avaliação do BID. Havendo a aprovação, já estaremos lançando, em outubro?, afirma Beto Richa.

As empresas interessadas na licitação podem adquirir o edital na Unidade Técnico-Administrativa de Gerenciamento, na Rua Emílio de Menezes, 450, bairro São Francisco, de segunda a sexta das 9h às 11h30 e das 14h às 17h30.