A Prefeitura de Curitiba inaugurou, na manhã deste sábado (14), uma nova área de lazer. O Bosque dos Mundiais está localizado na Rua Itajubá, no bairro Portão, em uma área de mais de 9 mil metros quadrados. Conta com um portal, pista de caminhada, bancos, parquinho, academia ao ar livre e canchas esportivas – uma de grama e outra de areia –  e uma área verde com mudas nativas.

O prefeito Gustavo Fruet participou da inauguração e destacou a importância da recuperação de uma área que antes estava degradada e que agora foi transformada em um belo bosque. A placa que nomina a área como Bosque dos Mundiais lembra os campeonatos mundiais de futebol  de 1950 e 2014. No local também há placas que retratam as bandeiras dos clubes que jogaram em Curitiba nos dois campeonatos. Fruet circulou pelo Bosque dos Mundiais junto com moradores e jogou futebol com crianças, que já estreavam o novo campinho, com grama e alambrado.

 “É fundamental a ocupação deste espaço público que agora permite o lazer para a comunidade, o controle ambiental, a limpeza e  a preservação da área” disse Fruet. “É uma alegria para nós termos atingido todas as metas como cidade-sede da Copa. Muito oportuno celebrarmos este memorial  em um momento no qual o futebol e a Copa abrilhantam e permitem a alegria entre os povos” comentou.

Fundador da ONG Instituto África Cultura e Arte e morando há 10 anos em Curitiba, Omolulu Mike Akinmulero representou a Árgélia na inauguração do bosque. “Fiquei muito feliz com o convite e não imaginava que iria ser tão bonito o bosque. Ao ver ali a bandeira do meu país fiquei emocionado”, disse Omolulu. A ONG atende jovens e crianças carentes promovendo aulas de inglês, dança afro, educação religiosa entre outras atividades culturais.

O Bosque é uma nova opção de lazer para os moradores do Portão e comunidades do entorno, que inclui a Vila Uberlândia, Vila Leão, Vila Canaã, Ferro Vila, Viola Formosa, Conjunto Fênix, cujos representantes e presidentes de associações participaram do evento.

O secretário municipal do Meio Ambiente, Renato Lima, diz que a intervenção é positiva para auxiliar no cuidado do rios que convergem ali e formam o Rio Formosa – afluente do Rio Barigui . “Estamos protegendo aqui os rios,recuperando a vegetação com plantio de  mudas nativas, tornando assim o ambiente mais permeável e  reduzindo o risco de enchentes”, comentou.

Moradora na esquina do bosque desde 1985, Glaci de Fátima comemorou a inauguração. “Moro aqui há 29 anos e este local sempre me chamou atenção. Agora, ficou lindo, iluminado e posso vir caminhar e trazer minha neta para brincar também” disse Glaci.

Com vista de sua casa de frente ao novo bosque, Orélio Kohler, de 61 anos, acompanhou as obras. “Ficou muito bom, valoriza o bairro e ainda é uma opção para a comunidade se exercitar, caminhar e brincar com os filhos” falou o morador.

Participaram da inauguração o cônsul do Senegal, Ozeil Moura dos Santos, representante da Austrália, Steve Mechel Lang, cônsul honorário da Espanha, Saturnino Hernando Gordo; dos Estados Unidos, Tim Kenny; e honorário da Ucrânia, Mariano Czaikowski; os secretários municipais de Urbanismo, Reginaldo Cordeiro; de Esporte, Lazer e Juventude, Aluísio de Oliveira Dutra Junior; os presidentes do Ippuc, Sérgio Póvoa Pires e do Instituto Municipal de Turismo, Paulo Colnaghi, o diretor da Guarda Municipal, inspetor Cláudio Frederico de Carvalho, os vereadores Felipe Braga Cortes e Mauro Ignácio; professora Elvira Kim. Também prestigiaram o evento os administradores da regional Portão, Marco Aurélio Lima; do Bairro Novo, Pedro Clailton Pelanda; e de Santa Felicidade, Maria José Serenato.