Integrantes da Rede de Proteção Animal de Curitiba, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, iniciaram ontem ação de monitoramento e captura de cães abandonados no campus do Centro Politécnico da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A medida tem como objetivo coibir os ataques de cães ocorridos contra alunos e funcionários no campus nos últimos meses. O último caso foi na sexta-feira. A UFPR estima que 12 cães passeiam livremente pelo local em busca de alimento e alguns deles têm agido de forma violenta, já que se juntam em pequenas matilhas. Em seis meses, foram registrados 15 ataques.