Foto: Hercílio Veiga/Divulgação

Quiosques: causa de discórdia.

A Justiça Federal informou ontem que foi revogada a liminar – concedida no último dia 21 – que suspendia a retirada de quiosques da praia em Guaratuba.

Segundo o órgão, o juiz Carlos Felipe Komorowski, da Vara Federal de Paranaguá, entendeu que a desocupação da área já havia ocorrido e que a liminar não determinava a reocupação do local pelos autores da ação, o que de fato ocorreu.

No texto estava determinado que a desocupação deveria ser interrompida. No entanto, esta já havia sido finalizada na semana anterior à liminar. Mesmo assim, a decisão foi considerada favorável pelos vendedores ambulantes, que voltaram a se instalar na orla.

Ontem, o advogado dos comerciantes, Orley Pacheco, ainda não havia tomado conhecimento da decisão. Porém, informou que os comerciantes que retornaram à praia ainda permaneciam no local. Eles aguardavam decisão judicial.