A população de Curitiba poderá castrar seus caes gratuitamente. A campanha lançada nesta quinta-feira (27) pelo prefeito Luciano Ducci tem meta de que seis mil animais pertencentes a famílias de baixa renda sejam esterializados durante o ano de 2013.

“Nos últimos anos, construimos conceitos ambientais importantes, em especial na área de proteção animal”, afirmou Luciano Ducci. “Este é mais um grande avanço, que reflete um plano que vem sendo executado desde o início da gestão”, disse.

O valor investido pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente é R$ 1,2 milhão com recursos do Fundo Municipal do Meio Ambiente. Até o fim de janeiro, clínicas e hospitais veterinários podem se credenciar. A previsão é que a abertura dos envelopes aconteça no dia 31/1, na sede da secretaria, e as empresas que cumprirem todas as exigências detalhadas no edital de licitação, poderão se cadastrar.

“Não há limites para o número de clínicas e hospitais credenciados”, explica a secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias. “O ideal é que haja pelo menos uma em cada regional da cidade, para que possamos atender bem toda a população”, afirma.

Ela informa que serão atendidos cães pertencentes a famílias de baixa renda, cadastradas em programas da Fundação de Ação Social. “O cadastramento atende um anseio da sociedade”, diz Marilza. Além de famílias carentes, as ONGs que atendem cães em situação de risco também serão beneficiadas com a campanha.

As clínicas e hospitais contratados, além da cirurgia de esterilização, devem arcar com exames e medicamentos. O procedimento cirúrgico será feito em cães de ambos os sexos com no mínimo 150 dias de idade, não existindo idade máxima do animal para a realização da cirurgia.