Carros usados por órgãos e servidores estaduais devem ser trocados por serviços de aplicativos de transporte. Com o objetivo de cortar gasto,  parte da frota oficial deve ser substituída pelas corridas com os apps.

Leia também: Passageiros comuns se juntam a estudantes como fura-catracas e prejuízo é de R$ 6 milhões

Segundo informações do colunista da Gazeta do Povo, João Frey, o governo do Paraná deve abrir uma licitação nas próximas semanas para realizar a mudança. De acordo com Frey, a expectativa é restringir o uso de cerca de 1,3 mil carros do Estado. A estimativa da economia que pode ser gerada com a medida, no entanto, não foi divulgada pelo Palácio Iguaçu.

Serviços essenciais e uso de viaturas das Polícias Civil e Militar, Bombeiros e ambulâncias não devem ser afetados. A mudança deve valer apenas para os veículos usados em serviços administrativos e burocráticos. No estado de São Paulo a mudança gerou uma economia anual de cerca de R$ 57 milhões.

Mais informações no blog do colunista João Frey.

Furtos de cabos e luminárias causam prejuízo de mais de R$ 120 mil para Curitiba