Duas casas de repouso para idosos foram inspecionadas pelo Conselho Municipal dos Direitos do Idoso de Cascavel, na semana passada, depois de denúncias da comunidade sobre irregularidades. Os nomes dos estabelecimentos ainda não foram divulgados, mas o conselho já sabe que ambas não tinham alvará de funcionamento.

Uma das casas atende cinco idosos e na outra há seis pessoas. Segundo a presidente do Conselho em Cascavel, Elisa Pompeo, os dois locais são clandestinos.

“Um deles, inclusive, abriga idosos com deficiências físicas, em cadeiras de rodas, mas não tem sequer acessibilidade para as cadeiras. Percebemos que os dois abrigos só são formas de ganhar dinheiro”, disse Elisa. Ela explicou que o processo será enviado à Promotoria de Justiça, que deve avaliar as sanções legais para cada caso.