Aconteceu na manhã desta quinta-feira (19) na Avenida Cândido de Abreu, no Centro Cívico, a tradicional confecção dos tapetes de flores. A atividade faz parte das celebrações do Corpus Christi na capital.

De acordo com a Arquidiocese de Curitiba, cerca de duas mil pessoas participaram da montagem das alegorias. Neste ano, o tapete confeccionado especial para a ocasião teve extensão de 1711 metros e cobriu o trecho do Obelisco de Nossa senhora, ao lado da Catedral, até o Palácio Iguaçu.

A confecção dos tapetes é feita a partir de flores, serragem, pó de café e materiais reciclados. Neles, são reproduzidas figuras de Jesus Cristo, da Santa Ceia, do cálice e da Virgem Maria, entre outros símbolos religiosos. Além disso, os fieis também reproduziram imagens relacionadas à Campanha da Fraternidade, que em 2014 tem “Fraternidade e Tráfico Humano” como tema.
                                          
Segundo a Arquidiocese, os lotes dos tapetes, cada um com aproximadamente 15 metros, são divididos entre voluntários que se candidatam com dois meses de antecedência à solenidade.

A Procissão de Corpus Christi começou às 9 horas com atrações musicais na Praça Nossa Senhora de Salette, no Centro Cívico. O padre Reginaldo Manzotti assume a atração às 14 horas, na Praça Tiradentes. Por volta das 15 horas ocorre uma missa na frente da Catedral Basílica.
 
Em seguida, às 16h30, acontece a procissão com o Santíssimo Sacramento, que se inicia na Cândido de Abreu e termina no Palácio Iguaçu. Dom Moacyr José Vitti, seus auxiliares e o padre Reginaldo Manzotti realizam às 18 horas a bênção do Santíssimo Sacramento. Para finalizar, a banda Ministério Samba e Canção realiza um show de encerramento às 19 horas.