Com a proximidade do Dia de Finados, cemitérios públicos e particulares se preparam para receber um grande número de visitantes. O Sindicato dos Cemitérios Particulares do Estado do Paraná (Sincepar) estima que, somente em Curitiba e Região Metropolitana, 500 mil pessoas passem nos locais para lembrar os entes queridos até o Dia de Finados. Os cemitérios terão horários estendidos para atender a demanda.

Segundo Robson Posnik, presidente do Sincepar, cada cemitério terá uma programação própria. No entanto, todos oferecerão missas, cultos ecumênicos, segurança e estrutura diferenciada (aumento no número de banheiros e funcionários treinados para a localização das sepulturas, por exemplo) para a visitação, especialmente no Dia de Finados.

Alguns cemitérios investem ainda mais, com lançamento de pétalas de rosa e apresentações de música clássica e corais. No caso dos cemitérios particulares, os familiares não precisam realizar o serviço de limpeza ou manutenção para o Dia dos Finados.

“Nos cemitérios particulares, a família paga uma taxa de manutenção. As administrações mantêm o cemitério arrumado o ano inteiro”, comenta Posnik. De acordo com ele, existem 26 cemitérios particulares na Região Metropolitana de Curitiba.

Nos cemitérios municipais da capital (Água Verde, Santa Cândida, Boqueirão e São Francisco de Paula), as pessoas puderam até ontem realizar serviços de limpeza, manutenção e pequenas reformas nos túmulos.

A partir de hoje, a prefeitura de Curitiba se dedicará à manutenção e aos preparativos para o Dia de Finados. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente vai deixar todos os acessos dos quatro cemitérios abertos diariamente, entre 7h e 18h.

Informatizado

Neste Dia de Finados, quem passar pelo Cemitério Municipal do Boqueirão poderá usar o novo sistema informatizado para localização de túmulos. A prefeitura instalará um terminal de computador e um funcionário, que ajudará os visitantes na consulta on-line.

O computador ficará no portão principal do Cemitério do Boqueirão. Para localizar os jazigos, basta informar o sobrenome do sepultado e os dados aparecerão na tela, inclusive um mapa digital com o caminho até o jazigo consultado.

“Esse Finados será o primeiro teste real do serviço que deixará o atendimento à população mais rápido”, diz o diretor de Serviços Especiais da secretaria, Augusto Canto Neto. O mesmo serviço será ampliado, em 2010, para os demais cemitérios municipais: Água Verde, São Francisco de Paula e Santa Cândida.

Os quatro cemitérios municipais têm 303.726 túmulos. No Boqueirão, estão 35.380 sepultados e todos cadastrados no novo sistema informatizado. Outras melhorias foram feitas nos cemitérios municipais, como substituição de 300 luminárias por lâmpadas de luz branca.