Foto: Ciciro Back

Movimento para o interior.

Apesar do clima mais frio e chuvoso e do feriado de hoje ter caído numa quinta-feira, o movimento nas estradas do Paraná ainda deverá ser acima do normal. As estimativas são tanto das Polícias Rodoviárias Federal e Estadual quanto das concessionárias que administram trechos das rodovias.

Mesmo esperando um movimento ligeiramente inferior ao último feriado, em 21 de abril, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deverá mobilizar, entre hoje e domingo, todo o seu efetivo para trabalhar na fiscalização das estradas federais que cortam o Paraná.

A preocupação adicional nesse feriado é com o clima. ?Há possibilidade de chuva e de neblina em alguns trechos?, diz o chefe do Núcleo de Comunicação da PRF, Fabiano Moreno. Especialmente no caso de neblina, Moreno recomenda ao motorista que reduza a velocidade, aumente a distância em relação ao veículo da frente e ligue os faróis do carro.

Nas rodovias de jurisdição da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), a principal preocupação será com o uso do cinto de segurança e em inibir excessos de velocidade e ultrapassagens em locais proibidos. Para isso, desde ontem, a fiscalização foi intensificada, com radares móveis.

A Rodonorte, concessionária responsável por trechos que ligam Curitiba ao interior do Estado, espera que o movimento durante o feriado deva aumentar em até 20%, com 302 mil veículos circulando até domingo.

De acordo com a Ecovia, que administra o trecho da BR-277 entre Curitiba e o litoral do Paraná, 65 mil veículos devem circular nos dois sentidos da rodovia até domingo. Hoje, o horário de maior movimento deverá ser entre 10h e 12h. Já no domingo, o maior fluxo de veículos, segundo ambas as concessionárias, deverá ser no final da tarde.

Na Rodoviária de Curitiba, o movimento esperado é pequeno, bem abaixo do registrado no último feriado. Mesmo assim, serão 100 ônibus extras, que levarão cerca de 15 mil passageiros, principalmente ao interior do Estado, a Santa Catarina e ao litoral do Paraná. ?É um movimento comparado ao de qualquer sexta-feira na alta temporada?, informou o administrador da Rodoviária, Jair Carvalho.