A parceria entre os jornais do Grupo Paulo Pimentel, O Estado e Tribuna do Paraná, e o Centro de Ação Voluntária (CAV), que deu origem aos Classificados Sociais, completou um ano. Até agora já foram 12 edições e mais de 115 anúncios e 60 oportunidades de trabalho voluntário preenchidas. Com o objetivo único de fazer o bem, a intenção é dar continuidade e ampliar essa iniciativa no próximo ano.

Como explica o coordenador de marketing do grupo, Fábio Sant?Anna, trata-se de uma página colorida que, a cada primeiro domingo do mês, vem veiculada nos jornais. Na Tribuna a página se repete na segunda-feira. Orientados sob os oito objetivos do milênio para ajudar no desenvolvimento de um mundo melhor, os anúncios são desenvolvidos pelo CAV. ?O Centro de Ação Voluntária de Curitiba organiza os classificados das empresas do terceiro setor, de acordo com as necessidades de cada uma, e nós cedemos o espaço. Somos os únicos veículos do Sul do País a dar essa importância e espaço ao trabalho social?, afirma Fábio.

Ainda segundo Sant?Anna, o terceiro setor sempre precisa do trabalho voluntário, assim como sempre tem quem busca o voluntariado, mas não sabe onde encontrar. ?Nosso trabalho é de prestação de serviço mesmo. Ajudamos as empresas que precisam e também orientamos quem quer ser voluntário. Estamos fazendo o que está em nosso DNA, que é ajudar a sociedade a ser mais forte?, completa.

A presidente do Centro de Ação Voluntária de Curitiba, Malu Nunes, explica o porquê dos Classificados Sociais serem orientados pelos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). ?Apresentando as oportunidades de acordo com esses objetivos mostramos que é possível, mesmo com iniciativas simples, transformar o mundo. Nos objetivos a pessoa também encontra sua causa e aplica seu talento em algo que acredita que possa ajudar?, afirma.