A Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) está construindo 1.659 apartamentos nos bairros do Sítio Cercado, CIC e Boa Vista para atender famílias que estão inscritas em seu cadastro. As obras são resultado de parceria com a Caixa Econômica Federal e representam um investimento de R$ 71,9 milhões.

“Os novos empreendimentos estão gerando empregos e, quando prontos, vão aumentar a oferta de moradia na cidade. Com isso, eles fortalecem a economia e criam benefícios sociais”, diz o prefeito Beto Richa. As construções estão distribuídas em 25 canteiros de obras, dos quais 16 no Sítio Cercado, oito na Cidade Industrial e um no Boa Vista.

As obras utilizam recursos dos Programas de Arrendamento Residencial (PAR) e Imóvel na Planta. No PAR, estão enquadrados 1.082 apartamentos e os outros 577 são do Imóvel na Planta. “São modalidades de financiamento em que a comercialização das unidades ocorre em momentos distintos”, explica o presidente da Cohab, Mounir Chaowiche.

Os 577 apartamentos do Imóvel na Planta têm dono desde o início das obras, pois a comercialização é feita antecipadamente, ainda na fase de projeto (ou “na planta”, como o nome do programa sugere). Já as unidades do PAR só terão destinação definida na fase final de obras, quando a Cohab irá convocar os inscritos para ofertar os imóveis.

O PAR é uma espécie de leasing habitacional, em que a família assina um contrato de 15 anos e paga uma taxa mensal de arrendamento. Ela se torna proprietária do imóvel ao final do prazo contratual, mas, se desejar, a partir do quinto ano, poderá substituir o arrendamento por um financiamento convencional.

Os 25 empreendimentos em obras estão localizados junto a conjuntos habitacionais mais antigos da Cohab, em meio a regiões com urbanização consolidada e oferta de serviços e equipamentos públicos na vizinhança. É o caso dos apartamentos do Sítio Cercado, que estão encravados no Bairro Novo, área onde a Prefeitura investiu de forma sistemática nos últimos 15 anos para melhorar a infra-estrutura local. Na CIC, os imóveis ficam ao lado do Moradias Diadema e no Boa Vista estão próximos à rua Fernando de Noronha.

Os apartamentos em construção têm dois quartos e estão distribuídos em blocos de até quatro pavimentos. Os condomínios terão área de estacionamento e recreação, salão de festas com churrasqueira e guaritas.