Os comerciantes e moradores de Morretes dizem que estão satisfeitos com a retomada da economia da região após a conclusão da recuperação da Estrada da Graciosa (PR-410), no Litoral do Estado. Após a liberação do tráfego de veículos, a população local retomou as vendas dos comércios, que foram prejudicadas pela interrupção da rodovia. Parte da estrada desabou por causa das fortes chuvas de março desse ano.

“Ficamos quatro meses sem vender nossos produtos. Mas com a liberação da estrada já retomados 95% da nossa economia”, explica o comerciante e morador de Recanto Engenheiro Lacerda, Sidnei Ferreira de Paula. “Essa estrada é vital para o comércio e sobrevivência de toda a população de Morretes e Antonina”, disse.

Para o comerciante do Recanto Mãe Catira, Amauri Alves de Ponte, a expectativa com a retomada do comércio é que a temporada de verão seja movimentada. “Depois da liberação do tráfego, as pessoas estão voltando a visitar a nossa região. Acreditamos que será um sucesso a movimentação na alta temporada”, afirmou. “O trabalho rápido das equipes do governo estadual também facilitou muito para nós. Agora estamos felizes”.

A dona de casa e comerciante Adelízia Barbosa, que mora há 61 anos em São João da Graciosa, diz que além da retomada das vendas o turismo reaqueceu. “O turismo é a base da economia, assim como nossas vendas. Percebemos que a cada dia mais pessoas vem nos visitar e comprar nossos produtos”, explica. “Nós, e todos daqui, estamos muito satisfeitos com a obra concluída”.