Em entrevista coletiva a imprensa na tarde desta terça-feira, 3, a Prefeitura de Ponta Grossa, Sociedade Rural dos Campos Gerais e Associação Comercial, Industrial e Cultural de Ponta Grossa divulgaram os resultados da XXVII Efapi e XIII Münchenfest.

Segundo relatório apresentado, as duas festas tiveram despesa total de R$1.007.204,95 e arrecadação de R$937.920,91. Para a comissão organizadora, a realização da festa foi válida devido ao benefícios para a cidade como a verba de R$ 150 mil para pavimentação do Centro Agropecuário e divulgação de Ponta Grossa. “Se não fosse a festa, não receberíamos a verba Secretaria estadual de Agricultura e Abastecimento para a pavimentação”, ressaltou o coordenador da Efapi, Dionizio Uliana Neto.

O público total foi de 129.771 visitantes com 77.296 pagantes (entre bilheteria, antecipados e camarote). Foram consumidos 73.907 litros de chopp e 9.981 de refrigerante. Nos dez dias de festa, o sistema de ônibus transportou 24.284 pessoas.

Presença

Participaram da divulgação o secretário municipal de Finanças, Roberto Barbosa, de Turismo e Meio Ambiente, Jorge Demiate, de Agricultura e Abastecimento, Celso Lisboa, de Indústria e Comércio, Sidney Schnekenberg, presidente da Fundação Cultural, Ana Maria Holleben, presidente da Sociedade Rural dos Campos Gerais, Osmar Hilgenberg, coordenador da XXVII EFAPI, Dionísio Uliana Neto, presidente da CDL, Carlos De mário, tesoureira da CDL, Márcia Niesing, diretor executivo da ACIPG, Ermar Toniollo, e o vice presidente da Agricultura e Abastecimento da ACIPG, Ernesto Martins.

De acordo com o secretário de Indústria e Comércio, Sidney Schenekenberg, já está se pensando na festa de 2003. “Uma central de eventos está sendo criada pela prefeitura que deverá organizar o vasto calendário para o próximo ano. A idéia é realizar, no mínimo, uma atividade por mês no Centro de Eventos”, comentou o secretário, citando que a realização da München será avaliada também pelos componentes da central.