O Comitê Executivo para Assuntos da Copa do Mundo de 2014 organizou, nesta terça-feira (10), reunião entre os representantes do setor hoteleiro do Paraná e a empresa Match Services, que presta serviços para a Fifa (Federação Internacional de Futebol), nos setores de acomodação, hospitalidade, tíquetes e tecnologia da informação nas Copas de 2010 e 2014.

O representante da Match Services, Paul Whelan, mostrou as necessidades de acomodação para turistas em 2014. “Explicamos a nossa maneira de trabalhar, com objetivo de tentar aumentar o número de apartamentos oferecidos pela Fifa, durante a Copa do Mundo”, afirmou. Diversos hotéis paranaenses já assinaram contratos junto a Match Services e se comprometem aos termos de qualidade definidos pela Fifa, para realização da Copa do Mundo. Outros utilizaram o encontro para tirar suas últimas dúvidas e iniciar o processo.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Paraná (ABIH -PR), Cláudio José Antunes, Curitiba já tem a quantidade de leitos suficientes, faltando apenas aos hotéis assinarem suas adesões. “Tivemos nesse encontro um prestígio maciço do setor, com participação de 74 hoteleiros. Não basta termos um grande número de apartamentos, sem que os hotéis tenham aderido ao contrato da Fifa”, explicou.

Garantias

O coordenador do comitê, o vice-governador Orlando Pessuti, lembrou que a Match Services veio em busca de garantias da rede hoteleira local. “Eles são encarregados de fazer o levantamento, diagnóstico e até a contratação de leitos em hotéis da cidade, para garantir que as pessoas que vão para a Copa tenham onde se hospedar. Somos uma das regiões mais bem preparadas do Brasil”, afirmou.

Pessuti lembrou também que o evento não se limitará à Curitiba, mas terá abrangência em todo o Estado. “A nossa convicção é que sediaremos a Copa em Curitiba e ainda poderemos levar esse evento para o interior, em subsedes, que vamos estruturar para recepção de seleções”, disse.

As regras de hospedaria da Fifa ainda permitem que hotéis, no raio de até 120 quilômetros da sede principal, se cadastrem para participar dos pacotes turísticos vendidos pela entidade. No caso de Curitiba, essa área inclui desde o litoral até Ponta Grossa. Por isso, participaram do encontro desta terça-feira (10) hoteleiros das praias e dos Campos Gerais.

Ministro

Pessuti anunciou ainda a visita do ministro do Turismo, Luiz Barreto, ao Palácio das Araucárias na quarta-feira (18) da semana que vem. “No Paraná, temos pontos turísticos que são das maiores atrações nacionais, como a mais bem estruturada reserva de mata atlântica do Brasil, na Serra do Mar.

No litoral, temos a Estrada da Graciosa e as baías de Guaraqueçaba, Antonina, Paranaguá e Guaratuba. Lembraria ainda os Campos de Palmas, Ponta Grossa e Guarapuava e, logicamente, as Cataratas do Rio Iguaçu, um dos mais importantes pontos turísticos do mundo”, afirmou o vice-governador.

Pessuti enfatizou ainda que, aproximando-se a data do anúncio das sedes escolhidas, os trabalhos do comitê intensificam-se. “Nos últimos dias, já organizamos reunião com a Sinaenco-Pr (Sindicato de Arquitetura e Engenharia) e dois encontros da diretoria do Atlético Paranaense com deputados estaduais, já que temos questões legislativas que teremos que resolver futuramente.”