Foto: Chuniti Kawamura/O Estado

Eduardo e Bernadete, com o pinheiro de 1,79 m de diâmetro.

Um concurso diferente deu o que falar em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, nos últimos dois meses. A Secretaria de Agricultura do município promoveu uma disputa para saber quem tinha o pinheiro com a maior espessura da cidade. Depois de medir quinze árvores em diversas regiões de Araucária, se chegou a um veredicto: a árvore com a maior espessura possui 1,79 metro de diâmetro. A volta em todo o pinheiro tem 5,64 metros.

A araucária vencedora está situada na propriedade de Eduardo e Bernadete Ukan, no região de Guajuvira de Cima. A árvore é enorme. Especula-se que ela tenha pelo menos 50 metros de altura e 400 anos de idade. ?Nasci, me criei aqui e a árvore já era desse jeito. As araucárias que nascem agora não se desenvolvem mais com essa perspectiva de crescimento. Parece que a nossa araucária está cada vez mais bonita?, conta Eduardo.

Bernadete fica encantada com a beleza da araucária, que pode ser vista de sua casa. ?A gente admira o pinheiro todos os dias. É uma alegria ter isso tão pertinho da gente e ainda ter ganhado o concurso?, afirma. A propriedade da família, onde se planta milho e feijão, possui dois hectares só de mata nativa com araucárias.

Tudo começou há dois meses, quando a Secretaria Municipal de Agricultura veiculou a promoção em uma rádio. A idéia partiu do próprio Eduardo Ukan e foi aprovada pela secretaria. Quinze pessoas se inscreveram no concurso e as árvores indicadas por elas foram medidas com o acompanhamento da técnica em meio ambiente do órgão, Roswita Jahnke, em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

O segundo lugar ficou com Isidoro Tabor, da região de Lagoa Suja, com uma araucária de 1,36 metro de diâmetro. A terceira colocação é de Vicente Bubniak, da Colônia Cristina, que indicou uma árvore com 1,19 metro de diâmetro. ?As pessoas se empolgaram bastante com o concurso. Havia muito comentário na cidade para saber qual era a maior araucária?, comenta Lauro Krczezanoski, auxiliar administrativo da Secretaria Municipal de Agricultura.

Apesar da brincadeira, o concurso tem um aspecto muito sério: a preservação da araucária, que é uma espécie em extinção. ?A gente também quis incentivar os produtores rurais a preservar mais o pinheiro. É uma maneira de sensibilizar. O resultado foi tão bom que já estamos pensando no próximo concurso, envolvendo inclusive a educação ambiental?, diz o secretário de Agricultura, João Batista Marinho. A premiação será entregue sábado.