Foto: Anderson Tozato/O Estado

 Governador Roberto Requião esteve presente na abertura da conferência, ontem, no Cietep.

Discutir novas tecnologias, bem como políticas de governo para promover o desenvolvimento no software livre na América Latina. Esse é o objetivo da Conferência Latino-Americana de Software Livre, aberta ontem, no auditório do Centro Integrado dos Empresários e Trabalhadores das Indústrias do Paraná (Cietep). Representantes do governo, empresários e técnicos de programas passam o final de semana reunidos nas dependências, discutindo o assunto.

 ?Trazer um evento desse porte para o Paraná é fundamental para aproximarmos a comunidade internacional dos projetos que estão em desenvolvimento no nosso Estado, um dos pioneiros na utilização do software livre na administração pública?, explicou o presidente da Companhia de Informática do Paraná (Celepar), Marcos Mazoni.

O secretário especial para Assuntos Estratégicos do governo do Paraná, Nizan Pereira, ressaltou que o software livre já está presente na administração pública de diversos países e, até, nas grandes empresas. ?Esse é o caminho natural?, enfatizou. Nizan destacou também a importância da participação dos representantes dos governos na discussão. ?De nada adianta as pesquisas avançarem e novos programas serem desenvolvidos, se não houver políticas de governo?, concluiu.

Na cerimônia de abertura do evento, o governador Roberto Requião destacou o esforço do Paraná ?na busca pela liberdade?. ?Com o uso do software livre, cancelamos mais de R$ 400 milhões em contratos de informática?, lembrou o governador. ?Esse encontro é um grito contra a visão estreita de nos tornarem um mercado para os interesses dos países mais ricos. Não somos consumidores, somos cidadãos?, reforçou.

Qualidade

A palestra principal de ontem foi a de Nathan Wilson, que desenvolve projetos na Linux para o estúdio cinematográfico Dreamworks, produtor de diversas animações do cinema norte-americano, como Shrek e Madagascar. Em sua palestra, Nathan mostrou o nível de qualidade e segurança que se pode atingir com o software livre, a ponto de ele ser usado por um grande estúdio de animação.

Para hoje, estão programados debates e conferências com Thimoty Ney, presidente da Fundação Gnomi, que desenvolve programas livres, e Jon Hall, diretor executivo da Linux Internacional, associação de fornecedores de computadores que dão suporte e divulgação do sistema operacional, livre, Linux. As atividades de hoje começam às 9h, só que no Centro Politécnico.