O prazo que o governo federal deu aos municípios para completarem o recadastramento de todos os beneficiários do Bolsa Família está terminando. Em Curitiba, as pessoas tiveram desde de outubro para se recadastrar. O prazo vence na terça-feira, mas como será feriado, o último dia é amanhã. Ontem, na Rua da Cidadania do Carmo, a confusão foi grande.

Miriam Alves chegou na fila às 6h e recebeu a senha número oito, das dez que seriam entregues pela manhã. ?Eu já tinha vindo ontem para fazer o recadastramento, mas não consegui nem pegar senha?, reclama. Elaine da Silva chegou ainda mais cedo. ?Cheguei às 5h e peguei a última senha, a número dez. Nós fazemos aqui no Carmo porque moramos nessa região, mas dizem que em outras regionais eles entregam 40 senhas, 20 de manhã e 20 à tarde. Aqui é só dez, por isso que está essa confusão. É complicado, a gente está com todos os documentos em dia e está essa bagunça?, protesta.

De acordo com a diretora de Proteção Social da FAS, Ana Maria Macedo, as filas também ocorreram nas demais ruas da Cidadania. No entanto, mesmo tendo 70 mil famílias para recadastrar, mais de 40% dos cadastros estão prontos. Segundo ela, não há razão para o desespero. ?O prazo que o governo deu é pequeno pela demanda que temos, mas não precisa se preocupar. Ninguém vai ficar sem se recadastrar. Se não der tempo, continuamos recadastrando. O que pode acontecer é o benefício vir a ser bloqueado, mas este é normalizado assim que o recadastramento for efetivado?, explica. Segundo Ana Maria, as senhas são entregues de acordo com a capacidade de cada central.