A secretária da Educação, Yvelise Arco-Verde, apresentou, nesta terça-feira (20) convênio com o Serviço Social da Indústria (Sesi) Paraná que irá beneficiar cerca de 6 mil estudantes do ensino médio da rede pública estadual. “Este programa oferecido pelo Sesi contribui com o projeto da Secretaria de dar suporte para os alunos que ainda não tiveram a oportunidade de estudar em uma universidade”, destacou a secretária.

Para Rodrigo Costa da Rocha Loures, presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), sistema do qual o Sesi faz parte, o investimento em educação é fundamental para o crescimento do País. “Um dos fatores que promovem a competitividade das empresas é a qualidade da educação dos seus profissionais”.

O convênio permite que os estudantes que participam do Programa Viva a Escola tenham acesso ao site SesiClick. A página oferece videoaulas e apostilas para que os alunos possam organizar seus estudos. “É um sistema on-line, de preparação para o vestibular, que chega gratuitamente às 170 instituições de ensino do Programa Viva a Escola”, explicou Yvelise.

Loures não tem dúvida que a parceria entre o Sesi e a Secretaria da Educação pode ir além das divisas do Paraná. “Este modelo pode ser aplicado no Brasil inteiro, porque é o melhor programa de pré-vestibular que existe, porque os ingredientes adotados favorecem isto”, ressaltou.

Portal

O portal SesiClick, resultado da parceria entre a Secretaria e o Sesi/PR, atende pessoas de baixa renda na preparação para o vestibular e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo Marcelo Guilherme, gestor do SesiClick, é um projeto de responsabilidade social. “Queremos que os alunos também sejam agentes multiplicadores, para que ingressem na universidade, formem-se e que ajudem outras pessoas”, comentou.

A Secretaria da Educação forneceu as videoaulas do programa Eureka, produzido pela TV Paulo Freire. O Eureka foi criado e implementado há cerca de cinco anos para ajudar na preparação dos alunos da rede pública estadual, para exames como o Enem. As videoaulas foram editadas pelo Sesi e publicadas nas páginas desenvolvidas pela instituição.

O portal SesiClick dispõe de ferramentas interativas de aprendizagem e apoio ao aluno como: videoaulas, apostilas, simulados, guia de cursos e profissões, dicas culturais, orientação vocacional, fóruns e tutoria com professores especializados em pré-vestibular. “Os alunos terão ambiente de socialização para trocar informações, enriquecer-se culturalmente e se motivarem. Também teremos momentos on-line com os professores para que os alunos tirem suas dúvidas”, explicou o gestor.

A organização não-governamental Em Ação, que há 10 anos prepara vestibulandos com cursos presenciais, cedeu os conteúdos das disciplinas em apostilas, que foram digitalizadas. Os professores que atuam na atividade preparatória do vestibular do Viva a Escola e os coordenadores do programa nos Núcleos Regionais de Educação também terão acesso ao portal.

Preparatório

Existem 170 turmas do preparatório para o vestibular com cerca de 6 mil alunos. A atividade faz parte do Programa Viva a Escola, desenvolvido pela Coordenação de Integração de Atividades Curriculares, vinculada à Diretoria de Políticas e Programas Educacionais da Secretaria da Educação.

O preparatório para o vestibular proporciona condições necessárias e adequadas ao estudante do ensino médio da rede pública estadual do Paraná para realizar os exames do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e processos seletivos de ingresso no ensino superior.

O Viva a Escola é um programa de complementação curricular, com atividades sugeridas pelos próprios professores. Eles têm autonomia para escolher a atividade mais adequada à realidade da sua escola, dentro da sua disciplina. O conteúdo e a carga horária são registrados no histórico escolar do estudante. O aluno pode participar de todas as atividades oferecidas na escola.

As atividades são realizadas em 1.260 escolas e são divididas em três eixos: expressivo-corporal (esporte, música, dança); científico-cultural (história e memória, divulgação e experimentação científica); e integração comunidade-escola (pré-vestibular, fóruns de estudo e discussão).