Fábio Alexandre
Fábio Alexandre

A maior parte das residências, pequenas indústrias e comércio terão redução de 2,04% em sua tarifa de energia.

Os consumidores da classe Baixa Tensão da Copel, que abrange a grande maioria das residências, pequenas indústrias, comércio e empresas de serviços terão uma redução de 2,04% em sua tarifa de energia, a partir do próximo domingo (24). A redução, autorizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), reflete principalmente a queda e menor incidência da Conta de Consumo de Combustíveis, destinada a subsidiar a geração térmica nos Sistemas Isolados, basicamente na região Norte do Brasil.

Ao calcular os índices de reajuste, a Aneel considera a variação de custos que a empresa teve no decorrer do período de referência. A fórmula de cálculo inclui custos gerenciáveis, sobre os quais incide o IGP-M, e custos não gerenciáveis, como energia comprada de geradoras, encargos de transmissão e encargos setoriais, entre eles a Conta de Consumo Combustível, Conta de Desenvolvimento Energético, Reserva Global de Reversão e Taxa de Fiscalização.

Os consumidores da classe Alta Tensão tiveram uma redução média de 0,21%, pelos mesmos motivos, embora algumas subclasses tenham tido aumento, conforme a tabela em anexo.