Uma criança de três anos morreu após uma televisão cair sobre ela, na noite de segunda-feira (20), no Boqueirão, em Curitiba. Vitor Félix Gobi foi levado ás pressas ao quartel do Corpo de Bombeiros do bairro, mas sofreu parada cardíaca e não resistiu.

No fim da tarde de segunda-feira, a mãe de Vitor foi abrir o portão para a babá e deixou a criança sozinha no quarto assistindo desenho por poucos minutos. Quando voltou, o menino estava desmaiado e o aparelho sobre ele. Ela e vizinhos levaram o garoto ao Corpo de Bombeiros do bairro, mas Vitor teve parada cardíaca e mesmo após várias tentativas de reanimá-lo, não resistiu e morreu. Ele foi encaminhado ao Hospital Cajuru, mas a morte já estava confirmada. Os bombeiros disseram que ele tinha lesões no crânio e no tórax.

A família contou que a televisão é antiga e pesada. O soldado Julio, bombeiro que atendeu a ocorrência, relatou que menino pode ter tentado escalar a TV nos poucos minutos que a mãe o deixou sozinho no quarto. “O acidente foi fatal. As televisões mais antigas chegam a pesar até 50 quilos”.

O incidente reabre a discussão sobre os cuidados com crianças pequenas. Dados da Organização Criança Segura aponta que os acidentes domésticos ainda é a principal causa de morte de crianças no país. Dicas como retirar objetos em cima da mesa, tapetes, eletrodomésticos e eletrônicos que a criança pode ter acesso são importantes para coibir acidentes. Os brinquedos devem ficar em uma altura acessível.

Em março, uma menina da mesma idade de Vitor morreu em razão de ferimentos provocados por uma televisão. Ela ficou internada dez dias no Hospital do Trabalhador com uma fratura no crânio.