Foto: João de Noronha/O Estado

Apresentação da nova frota aconteceu ontem, no Parque Barigüi, com participação do prefeito.

A Prefeitura de Curitiba entregou ontem 88 novos ônibus, como parte da renovação da frota do transporte público da cidade. Estes são os primeiros dos 295 carros a ser substituídos até o final deste ano, que excederam o tempo máximo de uso – estipulado em dez anos por força de lei municipal. Os veículos são mais silenciosos que os usados atualmente e menos poluentes, atendendo às exigências de controle de poluição ambiental e sonora do Ministério do Meio Ambiente e do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). Também são equipados com telas digitais internas, para informações de utilidade pública e do itinerário da linha, monitoramento via satélite (sistema GPS) e aparelhos MP3 para som ambiente.

Nesta primeira etapa, o transporte público de Curitiba contará com 33 novos ligeirinhos; 32 alimentadores; seis ônibus convencionais; dois metropolitanos; dois para o sistema de transporte de estudantes portadores de necessidades especiais (Sites) e 13 microônibus, que começam a rodar esta semana em linhas como Circular-Centro, Estudantes e Tamandaré/Cabral. Todos os ônibus têm espaço interno adaptado para portadores de necessidades especiais e elevadores para embarque e desembarque dos usuários de cadeiras de rodas (com exceção dos ligeirinhos).

Os novos veículos são mais silenciosos e menos poluentes.

Além do novo motor (do tipo Euro 3, que possui controle de emissão de poluentes e de ruídos), os equipamentos instalados no interior do ônibus permitirão mais praticidade e controle sobre o funcionamento dos veículos. É o caso do GPS, que acionará automaticamente os avisos de estações tubos no trajeto – atualmente é o motorista quem tem de apertar um botão para ativar o alto-falante – e permitirá à Urbs maior controle sobre o itinerário e a rota cumprida – uma vez que as empresas que operam o transporte em Curitiba são pagas por quilômetro rodado. Futuramente, os aparelhos MP3 também serão utilizados para transmitir notícias e informações de utilidade pública.

Os próximos ônibus a serem substituídos dentro deste novo padrão são os biarticulados que operam as linhas Santa Cândida/Capão Raso, Boqueirão e Circular Sul. No total, serão substituídos 40 ônibus, com entrega para outubro. Até o final do ano, 24 articulados que operam as linhas Boqueirão e Circular Sul também serão trocados. Dos 295 veículos a ser trocados ainda este ano, 112 são ligeirinhos, vinte microônibus e 99 carros de modelo convencional, totalizando quase 16% da frota de 1.860 veículos da Rede Integrada de Transporte (RIT), que operam em Curitiba e treze municípios da Região Metropolitana.