O coordenador do mutirão carcerário no Paraná pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), juiz Éder Jorge, vai recomendar a interdição de duas delegacias de polícia em Curitiba.

Após inspeção realizada na última quarta-feira no 12.º e no 9.º Distrito de Curitiba, a equipe do mutirão carcerário encontrou condições subumanas nessas delegacias.

“Os presos não dormem porque não há espaço dentro das celas. Eles fazem revezamento ou empilhamento humano porque não cabem todos deitados”, relata Éder Jorge.