O plenário da Câmara Municipal de Curitiba aprovou na semana passada o requerimento da vereadora Noemia Rocha (PMDB), que propõe sinalização específica (pistas táteis) para pessoas portadoras de deficiência visual, em toda a cidade.

Curitiba conta com este tipo de sinalização na região central, especificamente na Rua XV de Novembro e em parte da Avenida Marechal Deodoro. Segundo a vereadora, a ideia é “facilitar a vida da população e garantir o bem-estar de todos”.

Ela comentou, ainda, que a falta desse tipo de sinalização foi sentida pela comunidade, e por isso o requerimento foi feito. Segundo ela, integrantes da Associação Comerciantes e Moradores da Área Central de Curitiba observaram a dificuldade e procuraram seu gabinete de trabalho em busca de solução. Entre os portadores de deficiência, as opiniões são diversas.

“Entre nós, algumas pessoas são contra outras são a favor das pistas táteis. Na minha opinião, seria mais vantajoso melhorar as condições das calçadas em geral do que colocar pista tátil. Em alguns casos, essa pista delimita o trajeto da pessoa e, se ela sair da pista, pode ficar perdida”, argumentou o vice-presidente da Associação dos Deficientes Visuais do Paraná (Adevipar), Jaime Oliveira.

Para ele, é necessário que os vereadores ouçam primeiramente as categorias afetadas, para somente depois fazer propostas como essas. “Nós não fomos consultados”, disse ele.