A propaganda jogada nas ruas por políticos e cabos eleitorais mal educados fez com que Curitiba amanhecesse, ontem, tomada pela sujeira. A chuva que caiu na cidade durante a madrugada fez com que os santinhos e panfletos de candidatos derretessem e grudassem no asfalto das ruas e nas calçadas, dando muito trabalho aos garis.

A papelada se acumulava principalmente nos arredores de zonas eleitorais, praças e pontos de ônibus. Em alguns locais, levada pelo vento, entrava para dentro dos portões de residências, ficando espalhada por garagens, quintais e jardins.

“É uma vergonha que a cidade amanheça suja após as eleições e uma pena que os candidatos e cabos eleitorais continuem promovendo este tipo de coisa. A população tem que cobrar para que isso deixe de acontecer”, disse o pintor Agnaldo Pacheco, que ontem caminhava por calçadas repletas de propaganda no bairro Mercês.

Na região metropolitana, a situação não era diferente. A moradora do município de Fazenda Rio Grande, Estela de Lima, contou que, ontem de manhã, nas proximidades de sua casa, as pessoas que saíam às ruas chegavam a afundar os pés nos santinhos e panfletos de candidatos. Muitas residências também tinham seus terrenos invadidos pelo lixo, o que gerava um trabalho extra aos moradores, principalmente às donas de casa.

“É muita sujeira!”, comentou. “O pior é que os papéis voam na gente e grudam nos sapatos enquanto a gente caminha. Acho muito errado os candidatos sujarem a cidade na tentativa de chamar a atenção dos eleitores. As pessoas não deveriam votar em quem faz isto”, afirmou.

Segundo a prefeitura de Curitiba, está sendo realizada uma operação especial para limpeza do lixo eleitoral, onde santinhos, panfletos, jornais e cavaletes com propaganda de candidatos estão sendo retirados das ruas.

No total, são setecentos trabalhadores envolvidos e a previsão é de que, em função da chuva, a limpeza dure até o próximo final de semana. A expectativa é de que cerca de 20 toneladas de lixo eleitoral sejam recolhidas. Nas últimas eleições, em 2008, foram 19 toneladas.