O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) e a Concessionária Ecovia Caminhos do Mar, que administra a PR-407, se prontificaram a apresentar, até amanhã, uma solução para os moradores de Pontal do Paraná e Paranaguá que vivem ao lado da rodovia. Ontem, representantes do DER, da Ecovia e de diversas associações de moradores da região reuniram-se pela manhã.

Segundo o presidente da Associação de Moradores do Jardim Esperança, de Pontal, Gílson Gonçalves, os acidentes são comuns nessa época do ano, quando milhares de veículos trafegam pela pista. “Só nesse começo de ano tivemos quatro acidentes e uma morte”, ressaltou, dando uma semana de prazo para que as obras sejam iniciadas. “Se até a quinta-feira da semana que vem (16) não houver definição, vamos fechar a rodovia no fim de semana. Ninguém vai passar.”

Na reunião, os moradores pediram a instalação de um sinaleiro e de cinco lombadas em um trecho de 1,5 km. No entanto, o gerente do DER responsável pela concessão, Joel Amaral, adiantou que a instalação de lombadas contraria determinação federal. O Departamento estuda agora a colocação de radares. A assessoria de imprensa da Ecovia disse que vai esperar a determinação do DER e que já havia sugerido a colocação de faixas de desaceleração na pista. Ainda segundo a assessoria, qualquer obra que venha a ser executada no local não está prevista no contrato.