Está descartada a possibilidade de deflagração de greve por tempo indeterminado pelos trabalhadores da Sanepar. Após a realização de diversas assembleias, a categoria decidiu, na manhã de ontem, aceitar a proposta salarial da empresa, apresentada no final do último mês. “914 trabalhadores participaram de uma nova assembleia hoje (ontem), sendo que 815 votaram pela aceitação da proposta apresentada pela empresa”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saneamento (Saemac), Gerti José Nunes.

Pela proposta, a Sanepar oferece aos trabalhadores 7% de elevação salarial (5% da inflação e 2% de aumento real); antecipa de dezembro para julho o pagamento do Programa de Participação de Resultados (PPR), no valor de R$ 1.600,00 para cada trabalhador; e aplica reajustes individuais de 1,86% a 5,24% para cada funcionário, com base no Plano de Cargos e Salários.