Mais 26 pessoas foram presas no Paraná, entre domingo (7) e segunda-feira (8), por terem cometido infrações relacionadas às medidas preventivas para conter o avanço da pandemia no estado. De acordo com novo relatório da Secretaria Estadual da Segurança Pública (Sesp-PR), divulgado nesta terça-feira (9), durante as ações de fiscalização 35 estabelecimentos e 11 pessoas foram multados, e 23 locais interditados. Além das prisões, cinco adolescentes foram apreendidos. Houve ainda, a apreensão de uma arma de fogo, de 16 equipamentos eletrônicos e de dois veículos.

LEIA AINDA – Churrascaria Per Tutti anuncia que vai fechar as portas após mais de 30 anos em Curitiba

O balanço também mostra que 309 estabelecimentos foram fiscalizados e 87 dispersões de aglomerações foram realizadas nestas datas, em diferentes cidades do Paraná. Houve, ao todo, 123 denúncias e 30 delas resultaram em intervenções policiais.

LEIA MAIS – Documento questiona prazo para medidas mais severas contra a pandemia no Paraná

Segundo a Sesp-PR, desde o começo da força-tarefa especial, há dez dias, foram mais de 5 mil estabelecimentos fiscalizados, 232 interditados e mais de 1,8 mil aglomerações dispersadas. Mais de 440 pessoas já foram detidas. Ainda de acordo com a secretaria, as ações de fiscalização contam com mais de três mil agentes nas ruas e cerca de mil viaturas circulando pelo Paraná, além de helicópteros e uma Delegacia Móvel. Trabalham na força-tarefa profissionais da Secretaria de Segurança Pública, das polícias Militar, Civil e Científica, do Corpo de Bombeiros e dos departamentos Penitenciário (Depen) e de Inteligência (Diep).

Combate à covid

Decreto 6.983/2021 que endureceu as regras de combate à covid-19 vale até esta quarta-feira (10), após ser adiado por mais 48 horas. Após esse prazo, segundo o governo estadual entra em vigor uma nova normativa (Decreto 7.020/2021), que mantém a restrição de circulação de pessoas e a venda e consumo de bebidas alcoólicas em locais de uso coletivo após as 20h, além de suspender qualquer tipo de evento que propicie aglomeração.

VIU ESSA? Mochila cheia de dinheiro é encontrada por morador de Curitiba em Rua da Cidadania

O novo texto também afirma que compete à Secretaria de Segurança Pública, em cooperação com as guardas municipais, manter uma operação diária e intensa de fiscalização nas ruas. A população pode ajudar com denúncias nos canais oficiais (181 e 190).