Equipes de saúde da Prefeitura de Curitiba aproveitaram o grande movimento nos cemitérios no Dia de Finados para realizar ação contra o mosquito da dengue. Durante todo o dia, agentes do Programa Municipal de Controle da Dengue estiveram nos cemitérios do Água Verde e do São Francisco distribuindo panfletos com informações sobre medidas básicas para evitar o acúmulo de água e possíveis focos da doença.

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, o objetivo da campanha é reforçar entre os responsáveis pela manutenção de túmulos e visitantes dos cemitérios o perigo que representam flores naturais em vasos com água e detalhes arquitetônicos que possam acumular água.

O vendedor Fábio Teixeira Ramos, 32 anos, que visitava o túmulo do avô, conta que já se deparou com sepulturas mal cuidadas, com vasos antigos cheios de água parada. “O pessoal tem que tomar mais cuidado, pois o cemitério é perfeito para o mosquito da dengue. Cheio de vaso de flores e sem cuidado. Tomara que o pessoal preste atenção no folheto e siga as recomendações”, afirma.

Em 2012, a inspeção de rotina realizada pelos agentes da dengue identificou 57 focos do mosquito dengue na cidade. Este ano, a capital teve confirmados 24 casos importados de dengue, de moradores da cidade que contraíram a doença durante viagens de trabalho ou lazer. Ninguém morreu.