As secretarias municipais da Criança e do Abastecimento, em parceria com a Emater-PR, promoveram ontem e anteontem, em Curitiba, um curso de capacitação para diretores e responsáveis pelo recebimento de hortigranjeiros nas creches municipais. A idéia é fazer com que os profissionais que recebem os legumes, frutas e verduras saibam avaliar se o produto é ou não de boa qualidade.
Nem sempre o que se pede ao fornecedor chega às creches da maneira adequada. ?Por isso é necessário que as pessoas saibam como proceder e o que exigir, ao receber os produtos?, comentou a secretária municipal da Criança, Marina Taniguchi.
A capacitação é uma das ações desenvolvidas pela secretaria para garantir a qualidade do atendimento às crianças. Neste ano já foram feitas duzentas horas de capacitação para cerca de cinco mil profissionais. ?Um curso como este é muito importante para aumentar o nosso conhecimento, para que nós possamos atender as crianças da melhor forma possível?, disse a cozinheira da creche Hortênsias, Zuleica Maria Damásio. Há seis anos, ela trabalha na creche. ?Mas sempre há alguma coisa a mais para aprender. E podemos, inclusive, usar esse conhecimento em nosso dia-a-dia, em casa.?
A educadora Sílvia Aparecida Alves Coutinho, que há dois anos trabalha na Creche Vila Leonice, também considera o curso de capacitação um importante passo para a qualificação profissional e pessoal. ?Se a Prefeitura compra tudo de primeira qualidade, temos de exigir que venha tudo de primeira qualidade?, disse. ?Não podemos deixar que os fornecedores nos convençam a aceitar um produto que não está bom. É nosso direito receber o que há de melhor: tanto na creche quanto em nossa casa, mesmo.?
Atualmente, a Secretaria da Criança serve 66 mil refeições por dia – entre as distribuídas nas creches, nos abrigos e demais programas. Segundo a nutricionista da secretaria da Criança, Ângela Portugal Clavisso, todos os cardápios oferecidos nas creches são balanceados de acordo com uma tabela nutricional rigorosa. As crianças fazem quatro refeições por dia: café da manhã (leite com achocolatado e pão), almoço (arroz, feijão, carne, acompanhamento, salada e sobremesa), lanche da tarde (sagu ou gelatina, por exemplo) e uma sopa, no final da tarde. ?São todos os nutrientes necessários para que as crianças tenham refeições saudáveis?, disse a nutricionista.