Doze cidades paranaenses apresentam registro de doentes. Além de Londrina, Assis Chateaubriand, contabiliza números preocupantes, 61 casos até terça-feira. Em Ibiporã, cidade próxima de Londrina, duas pessoas estão infectadas. Konolsaisen diz que não se sabe ainda se eles se contaminaram na cidade vizinha ou Ibiporã já está apresentando foco do mosquito.

Eles diz que o combate a doença é complicado já que as ovos do mosquito sobrevivem até seis meses às intempéries do tempo, esperando condições favoráveis para se desenvolver.

As cidades de Pranchita, Cascavel, Céu Azul, Engenheiro Beltrão, Umuarama, Maringá, Nova Esperança e Apucarana apresentam uma pessoa doente. Já Curitiba tem 4 casos, todos importados.