O Curso de Tetrazólio e Patologia de Sementes, que será realizado entre 25 e 29 junho,
na Embrapa Soja, em Londrina, objetiva apresentar a tecnologia adequada para avaliar corretamente a qualidade das sementes de soja e identificar as causas de descarte dos lotes. São treinados técnicos de laboratórios de sementes do Ministério da
Agricultura, Pecuária e Abastecimento e de empresas particulares do Brasil e da América Latina.

O Brasil tem hoje um dos melhores controles de qualidade de sementes em todo mundo. Muito se deve ao diagnóstico completo da qualidade da semente de soja (Diacom), método que engloba os testes de tetrazólio e de patologia de sementes, desenvolvido pela Empresa Brasileira de Pesquisa (Embrapa) há 25 anos. O método avalia a capacidade de germinação da semente, a pureza varietal, o vigor e a sanidade.

Mais informações no site do evento: www.cnpso.embrapa.br/diacom