A empresa Levo Alimentos investiu mais de R$250 milhões e acaba de inaugurar um frigorífico de frangos e um incubatório de ovos, considerado o maior do Brasil. As duas empresas estão em Iporã, no Noroeste do Paraná. Os novos empreendimentos devem gerar mais de 1.500 postos de trabalho.

Entre salários de funcionários e pagamento a produtores, a Levo Alimentos vai injetar R$ 123 milhões por ano em Iporã e municípios vizinhos, nesta primeira etapa. Serão mais de R$ 10,3 milhões por mês circulando na economia regional.

“Comemoramos a inauguração de um empreendimento de estrutura forte, competitivo e que, sem sombra de dúvidas, trará benefícios para Iporã e região, com postos de trabalho, geração de recursos por meio de tributos e desenvolvimento para o Noroeste do Paraná”, explica o presidente da Levo Alimentos e do Grupo Pluma, Lauri Paludo.

Serão mais de R$ 10,3 milhões por mês circulando na economia regional.
Serão mais de R$ 10,3 milhões por mês circulando na economia regional. Foto: ReAll Image Studio – Brasil.

R$ 76 milhões só no incubatório de ovos

No incubatório, que é considerado o maior do País, foram investidos em torno de R$76 milhões. A área tem 10 mil metros quadrados. Para este ano, a meta é atingir a incubação de 10,5 milhões de ovos por mês. Mais de 20 granjas irão produzir ovos férteis, para atender à demanda do local. Para o secretário de Agricultura do Paraná, Norberto Ortigara, receber um investimento desta dimensão, por uma cooperativa e por uma empresa privada, é um impulso fantástico para a geração de riquezas.

Frigorífico da Levo terá R$ 180 milhões

Já o frigorífico tem 21 mil metros quadrados e teve investimentos de cerca de R$ 180 milhões. A estrutura moderna, com equipamentos de alta tecnologia, vai permitir o abate de 40 a 60 mil frangos/dia. A expectativa é atingir 90 mil aves/dia até outubro deste ano. A unidade industrial tem capacidade para abater 200 mil aves/dia, o que deve acontecer em 2023. Cerca de 230 aviários irão fornecer as aves ao frigorífico. A produção atenderá os mercados interno e externo. 

“A avicultura vai representar o início de uma nova era para essa região. Estamos trazendo um bom problema para o Noroeste do Paraná: mais empregos do que pessoas disponíveis para trabalhar”, enfatizou o vice-presidente da Levo e presidente da C.Vale, Alfredo Lang.  

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Levo Alimentos (@alimentoslevo)