Moradores do bairro Santa Amélia, em Curitiba, fizeram uma pausa em suas atividades normais, ontem de manhã, para assistir a um desfile cívico de Sete de Setembro. A marcha foi organizada por escolas da região. Participaram cerca de 2.500 estudantes dos Colégio Estadual Avelino Antônio Vieira, dos municipais Professor Adriano Robine e Nova Esperança, da pré-escola Giacomino e das creches Santa Amélia, Colombo e Fazendinha.

Até 1999, o desfile era realizado apenas por alunos do Avelino. Nos últimos três anos, o evento deixou de acontecer. Este ano, voltou com força total e envolveu quase toda a comunidade do bairro. “Muitas pessoas se ofereceram para participar do desfile. Nós não esperávamos uma adesão tão grande. É uma forma de integração da comunidade”, disse a vice-diretora do colégio estadual, Simone Manfrin.

O principal objetivo do desfile, cujo ritmo foi ditado pela banda do próprio Avelino, composta por sessenta alunos voluntários, foi despertar o espírito patriótico dos estudantes. “Durante toda a semana, trabalhamos em sala de aula temas ligados ao patriotismo, como o reconhecimento dos símbolos nacionais e o amor à pátria”, contou Simone.

O desfile percorreu sete quadras pelas ruas Júlio Mesquita, Alcir Martins Bastos, Martins Fontes, Frederico Lambertuci e Fernando de Souza Costa. Foi encerrado por cerca de cem idosos do grupo de terceira idade da unidade de saúde Santa Amélia. Os idosos foram comandados pelo fisioterapeuta Cleverson Fragoso.