O Paraná já registra 21 mortes causadas pelos diferentes tipos de meningite neste ano. Entre as mortes, os tipos mais presentes foram de meningite meningocócica, bacteriana e viral.

Ao todo, já são mais de 300 casos constatados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), sendo que a maior parte (136 casos) é de meningite viral, uma forma mais branda da doença.

O caso da criança que morreu na semana passada de doença infecto-contagiosa em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, ainda está sendo investigado e depende de exames para se comprovar se ela estava com meningite. A prefeitura de Araucária informou que o resultado deve sair até o fim da semana.

Nos adultos, a meningite pode causar febre alta, dor de cabeça, vômitos, rigidez no pescoço, manchas avermelhadas na pele e moleza. Em bebês, os sintomas são corpo mole, rigidez corporal com movimentos involuntários e inquietação com choro agudo.

Para se prevenir, além de tomar a vacina, deve-se lavar as mãos frequentemente, com água e sabão; evitar ambientes fechados, com muita gente e pouca ventilação e evitar compartilhar alimentos, bebidas, pratos, copos e talheres.