O Fórum de Erradicação do Trabalho Infantil deve procurar a Comissão de Finanças da Câmara de Vereadores de Curitiba para discutir o orçamento da Prefeitura para o ano que vem. A decisão foi tomada ontem na último encontro do Fórum em 2002.

Segundo a procuradora do Trabalho e integrante do Fórum, Mariane Josuiak, a inclusão de entidades protetoras da crianças e adolescentes na discussão de orçamentos públicos está no texto do Estatuto da Criança e do Adolescente. “Vamos pedir aos vereadores que priorizem essa área”, explicou.

Entidades governamentais e não-governamentais de diversos setores participam do Fórum, que, este ano, entre outras atividades, promoveu uma grande festa para mais de 2 mil crianças do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) na Associação da Caixa Econômica.

A reunião ainda discutiu a possibilidade da transformação do Fórum em uma ONG, para facilitar a captação de recursos. O Fórum só volta a se reunir em fevereiro do ano que vem.