Pelo menos 11 pessoas morreram durante o feriado prolongado do Dia do Trabalhador nas rodovias federais do Paraná. A informação foi divulgada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que montou a operação entre sexta-feira (27) e terça-feira (1). Além das mortes, 120 pessoas ficaram feridas e 109 acidentes de trânsito foram atendidos.

Segundo a PRF, o número de mortes é igual ao do ano passado, quando a operação teve um dia a menos de duração. Em 2017, o Dia do Trabalhador caiu em uma segunda-feira.

Ao longo dos cinco dias de operação, as equipes da PRF flagraram 92 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas, 589 ultrapassagens proibidas e 11.004 veículos acima do limite máximo de velocidade. Em 50 abordagens, os policiais identificaram crianças que eram transportadas sem o equipamento de retenção adequado – bebê-conforto, cadeirinha ou assento de elevação, conforme a idade.

Rodovias federais:

– 11 mortes
– 109 acidentes
– 120 feridos
– 92 flagrantes de embriaguez
– 50 crianças sem cadeirinha
– 589 ultrapassagens proibidas
– 11.004 veículos acima do limite de velocidade
– 238,5 quilos de cocaína aprendidos
– 56,9 quilos de maconha
– 23,5 mil carteiras de cigarro
– 258 veículos recolhidos aos pátios
– 13 veículos com alerta de roubo ou furto recuperados.

Acidentes fatais

As 11 mortes registradas durante o feriado do Dia do Trabalhador ocorreram em 11 acidentes diferentes. Quatro pessoas que morreram eram pedestres, que acabaram atropelados, as outras mortes foram em acidentes envolvendo outros veículos ou até mesmo choque contra objeto na pista.

Todas as mortes deste feriado foram registradas com pista seca e nove delas em trechos de reta. Entre as causas dos acidentes, a PRF aponta que a falta de atenção do condutor, a falta de atenção do pedestre, velocidade incompatível com o trecho, ultrapassagem indevida e ingestão de bebida alcoólica foram as principais.

Drogas e ilícitos

Durante a Operação Dia do Trabalhador deste ano, a PRF apreendeu no Paraná 238 quilos de cocaína, 57 quilos de maconha e 23 mil carteiras de cigarro. No total, 258 veículos foram recolhidos aos pátios da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em todo o Estado, por diferentes irregularidades. Além disso, as equipes recuperaram 13 veículos que tinham alerta de furto ou roubo.

Amarelou!