Foto: Daniel Derevecki
A BR-376, que liga ao litoral catarinense, chegou a ter picos de 2,9 mil carros por hora, ontem.

O dia de ontem foi de movimento intenso nas rodovias paranaenses. Com o término do feriado, a maior parte dos motoristas resolveu voltar para a casa à tarde, deixando o tráfego lento nas BRs-376 (que liga o litoral catarinense a Curitiba) e 277 (que dá acesso às praias do Paraná). Apesar disso, não ocorreram acidentes graves nas rodovias do Estado ontem, até o final da tarde. Mas a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), em balanço parcial, já contabilizava número de acidentes e mortes superior neste feriado de réveillon em relação à passagem de 2006 para 2007.

Na BR-277, de acordo com informações da Ecovia, no final da tarde de ontem o movimento atingiu pico de 3 mil veículos por hora transitando sentido Curitiba, um movimento oito vezes maior que em dias normais. Foi o dia mais movimentado desde que começou a operação Natal/Ano Novo, no último dia 21. Eram esperados para retorno à capital cerca de 38 mil veículos somente por essa rodovia. Segundo a Ecovia, não houve registro de acidentes até o final da tarde.

Já na BR-376, o movimento chegou a atingir picos de 2,9 mil carros por hora por volta das 12h. Às 18h, a média era de 2 mil. Neste horário, havia congestionamento na PR-412, rodovia que dá acesso à BR-376 pelo trevo de Garuva, de mais de vinte quilômetros. Com a pista molhada e pequenos acidentes ao longo da via, o tráfego era lento durante a tarde. Não houve acidentes graves até o final da tarde.

Acidentes

Nas rodovias do âmbito da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) foram registrados, entre a meia-noite até as 18h de ontem, 41 acidentes. Uma pessoa morreu em um atropelamento na região de Ponta Grossa. Dezoito pessoas ficaram feridas.

Desde o dia 28, quando começou a operação Ano Novo, até o final da tarde de ontem, a PRE totalizava 203 acidentes, onze mortos e 139 feridos nas rodovias estaduais. O número superava o do réveillon 2006/07, quando o feriado foi menor, com três dias, mas quando foram registrados 153 acidentes com três mortos e 152 feridos um indicativo de que as ocorrências foram mais violentas nesta passagem de ano.

A PRF divulgou ontem apenas o número de acidentes do dia, que foram 16 desde a meia-noite deste dia primeiro até as 18h. Seis pessoas ficaram feridas e nenhuma morreu. O balanço total do feriado será divulgado somente hoje.