Nem mesmo o frio e a chuva impediram que o curitibano pegasse a estrada ontem para aproveitar o feriado prolongado de Corpus Christi, que começa hoje. As rodovias federais, em especial as que levam ao interior do Estado, apresentaram um aumento considerável no movimento.

A concessionária Rodonorte registrava na tarde de ontem aproximadamente cinco mil veículos por hora trafegando entre as rodovias que ligam Curitiba a Apucarana e Ponta Grossa a Jaguariaíva.

No horário de pico, à noite, a concessionária esperava que 6,5 mil automóveis trafegassem pelas estradas sob sua administração. De acordo com a Rodonorte, o volume corresponde a um aumento de 30% em comparação aos dias normais.

Quem viajou em direção ao litoral catarinense enfrentou, além da chuva, um movimento intenso. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que o tráfego no final da tarde era de 1,5 mil veículos.

Para o horário de maior movimento, entre 19h e 20h, a PRF calculava que o fluxo poderia chegar a 2,2 mil veículos por hora. O movimento hoje deve ser semelhante.

A Ecovia, responsável pela BR-277 no trecho entre a capital e o litoral do Estado, registrou movimento normal ontem. Até o final da tarde desta quarta-feira, o fluxo médio era de menos de 500 veículos por hora. O pico era esperado para as 20h de ontem e das 9h às 12h de hoje, quando devem passar pelo trecho 1,5 mil automóveis/hora.

Rodoferroviária

A rodoferroviária de Curitiba teve ontem quase o dobro do movimento de um dia normal. Saíram de Curitiba aproximadamente 540 ônibus, levando pouco mais de 18 mil passageiros. O destino mais procurado foi o interior do Paraná, com 45% das saídas.

Litoral catarinense, paranaense e São Paulo vieram em seguida, com 20%, 15% e 12% dos destinos, respectivamente. Para hoje, a direção da rodoferroviária espera que o movimento seja normal.