O sábado foi de solidariedade, ontem, em Curitiba, Colombo, Ponta Grossa, Paranaguá e outras 166 cidades do País. Durante todo o dia, voluntários estiveram envolvidos em atividades do programa “Mãos que Ajudam”, de iniciativa da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Em todo Brasil, cerca de 110 mil voluntários, integrantes da igreja e amigos, realizaram reformas em escolas e hospitais, plantio de árvores, doação de sangue, de brinquedos, cadeiras de rodas e cobertores a comunidades carentes. Só em Curitiba e Colombo, foram aproximadamente 2 mil voluntários.
“O programa “Mãos que Ajudam’ foi criado em 2001, no Brasil, e hoje já acontece, uma vez ao ano, em diversos países do mundo em que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias está presente”, disse o diretor de assuntos públicos para Curitiba e Região Metropolitana da Igreja, Teocimar Ábila.

Segundo ele, o objetivo da iniciativa é fazer o bem e ajudar o próximo. As entidades que passaram por reforma e recebimento de doações foram escolhidas por diretores da Igreja em diversas regiões. “Escolhemos as entidades mais carentes e onde haviam maiores necessidades”, comentou.

O empresário da construção civil Fernando José dos Santos, de 46 anos, foi um dos trabalhadores voluntários. Durante toda a manhã de ontem, ele trabalhou no Centro de Convivência Menina Mulher, no Parolin, na capital. No local, realizou serviços como conserto de móveis, pintura de paredes e reforma de piso.

“Neste momento, em um sábado comum, eu estaria jogando futebol com amigos. Porém, o futebol é pequeno demais perto do trabalho que estou realizando hoje (ontem). É muito bom poder ajudar outras pessoas. Atualmente, com a vida corrida que levamos, é muito difícil conseguir dedicar um tempo ao próximo”, afirmou Fernando.