A história que nunca vai ser esquecida. Ontem, 58 anos depois, foi comemorado no mundo inteiro o Dia da Vitória, que simboliza o término da Segunda Guerra Mundial, em 1945. Para relembrar a data, foi realizada em Curitiba, na Praça do Expedicionário, uma solenidade que contou com a presença de representantes do Comando da 5.ª Região Militar, 5.ª Divisão de Exército e a Legião Paranaense do Expedicionário.

Na ocasião, foram condecorados vários expedicionários, alguns receberam as medalhas Tenente Max Wolf Filho e outros a do Cinqüentenário da Legião. Segundo Genilda Ullmann, responsável pelo Museu do Expedicionário, a homenagem realizada todos os anos tem como objetivo venerar os mais de 25 mil soldados brasileiros que foram enviados para a guerra, inclusive os 466 mortos.

Durante a solenidade, também foi realizada a inauguração da nova sala do Museu do Expedicionário. No local está exposto todo o acervo do marechal José Machado Lopes, que foi comandante de engenharia na Segunda Guerra Mundial e o segundo presidente da Legião Paranaense do Expedicionário. O marechal morreu no dia 18 de abril de 1990, no Rio de Janeiro, e deixou dezenas de objetos de valor histórico, entre eles, medalhas, informativos da época, fotografias e fardas.