Moradores do bairro Portão, em Curitiba, estão reclamando da falta de água. Dizem que de quinta-feira até ontem a rede de abastecimento não havia sido ligada e os moradores não conseguiam limpar a casa, tomar banho e fazer comida. Segundo a Sanepar, a empresa está trocando a tubulação do local. Mas todas as noites o abastecimento volta ao normal.

Ana Paula Martins mora na Rua Professor Thomas Walter Steiler. Ela e os vizinhos não agüentam mais a situação. Ela diz que a última vez que a água chegou até sua casa foi na quarta-feira à noite e, mesmo assim, não encheu o reservatório. ?A privada está cheia. As roupas sujas e o meu bebê de nove meses sem banho?, reclamou Ana Paula. Para fazer comida, estão usando água mineral.

A vizinha dela, Edna Gomes Pucci, vive o mesmo problema. Conta que já teve que comprar oito galões de água a R$ 6,50 cada. Ela tem um bebê e precisa fazer mamadeira a toda hora. A falta de água também vem incomodando a família de Wagner Ribeiro. Ele diz que está tendo que ir trabalhar sem tomar banho, já que não tem qualquer conhecido na região. ?Minha esposa esperou ontem até as 2h da manhã para tomar banho e a água não veio?, reclamou.

A situação da casa também está um caos. Além disso, um cano estourou e inundou a frente de residência e não pôde tirar a moto da garagem para ir ao trabalho.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Sanepar, a empresa está trocando a rede abastecimento de 15 casas na região porque é muito antiga. Mas afirmou que a falta de água acontece apenas durante o dia, e que à noite os reservatórios são abastecidos. Além disso, a rede nova é implantada sem que a velha seja retirada. Aos poucos, eles vão fazendo as ligações das residências para evitar o desabastecimento. A previsão era que durante a tarde de ontem a situação no local já estaria normalizada.