Dos 11 estabelecimentos comerciais vistoriados, sete foram interditados pela Vigilância Sanitária Estadual durante a Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu), na terça-feira (2), em Paranaguá, no Litoral.

O principal problema encontrado foi a falta de higiene. Três pessoas foram detidas, duas por crimes por vender produtos inadequados ao consumo e uma por contrabandear cigarros.

De acordo com o capitão Jefferson Silva, comandante da Polícia Militar na Aifu, a operação vistoriou restaurantes, lanchonetes, panificadores e bares. “Recebemos um pedido especial da Vigilância Sanitária para fazer a operação com atenção às cozinhas”, disse.

Em duas panificadores, a Aifu encontrou produtos com prazo de validade vencidos, como bolachas e salgadinhos, desde 2006. Toda a mercadoria foi apreendida e inutilizada. Os donos foram encaminhados para a delegacia e vão responder a inquérito por crime contra o consumidor.

Apesar da Operação Viva o Verão estar direcionada a Pontal do Paraná, Matinhos e Guaratuba, onde o aumento populacional chega a 10 vezes, o capitão ressalta que os demais municípios também recebem a equipe da Aifu. “O comércio de Antonina, Morretes e Paranaguá também foram fiscalizados.”

Apreensão

Durante a fiscalização, a Aifu encontrou, em uma panificadora, quase uma tonelada e meia de açúcar ilegal. O capitão explicou que quando os navios atracam no porto de Paranaguá, parte da carga é perdida porque cai no chão. Algumas pessoas recolhem este material e vendem para o comércio local. O dono do estabelecimento foi autuado em flagrante por receptação.

Em um bar, a equipe encontrou aproximadamente 900 maços de cigarros contrabandeados. O dono do estabelecimento foi detido e encaminhado à Polícia Federal de Paranaguá.

Balanço

A Aifu é uma ação coordenada pela Secretaria da Segurança Pública, em que participam diversos órgãos com o intuito de fiscalizar os estabelecimentos comerciais. Participaram da ação as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária Estadual, Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e fiscais da prefeitura.

Na semana passada, a Aifu realizou a primeira vistoria de bares, restaurantes, lanchonetes e panificadoras em Paranaguá. Interditou 14 dos 21 fiscalizados. Como os estabelecimentos vistoriados nas duas operações eram diferentes, o resultado mostra que 65,6% do comércio fiscalizado de Paranaguá está funcionando irregularmente.

“Com este panorama ruim, nós percebemos que era necessário voltar mais uma vez à Paranaguá ainda neste verão. Além disso, nós vamos realizar operações fora da temporada. Durante todo o ano, além de Curitiba, os estabelecimentos comerciais de Paranaguá serão vistoriados. Esta medida visa dar mais segurança aos consumidores”, afirmou o capitão.