Dom Luiz de Orleans e Bragança e de Dom Bertrand de Orleans e Bragança, descendentes de Dom Pedro II, imperador do Brasil, participam nesta sexta-feira (25/11), em Paranaguá, de uma missa no Santuário Estadual do Rocio. Na quinta-feira (24/11), Dia do Rio, eles participam da re-inauguração das pontes metálicas sobre o Rio Iguaçu, no município de Araucária, região Metropolitana de Curitiba, que há 125 anos foi inaugurada por Dom Pedro II.

No Litoral, os príncipes revivem uma passagem histórica da Família Imperial, que no dia 20 de maio de 1880 visitou a então capela de Nossa Senhora do Rocio, rezando diante da imagem da Padroeira do Paraná. Na época, a comitiva, liderada por Dom Pedro II, fez uma parada às margens da Baía de Paranaguá, onde hoje está edificado o Santuário Estadual do Rocio, templo católico dedicado à Padroeira do Paraná.

O padre Joaquim Parron, reitor do Santuário, destaca que além de resgatar momentos históricos do Brasil Imperial, a presença dos príncipes em Paranaguá também é marcada por um fato comum às duas épocas. "Tanto no século XVIII, como nos dias de hoje, a devoção à Nossa Senhora do Rocio vive uma fase fortalecimento e renovação, sempre a partir de um apelo de crença e fé, que tem envolvido cada vez mais pessoas." Um exemplo, explica Parron, foi a festa em louvor à Mãe do Rocio, que de 5 a 20 de novembro levou atraiu um público de meio milhão de fiéis e devotos.

A celebração com a presença dos príncipes acontece às 11 horas. Na ocasião, o padre Joaquim Parron estará oficializando uma novena à Família Imperial. Antes, às 10 horas, eles serão recebidos no Palácio São José, sede da prefeitura.

Família imperial

Sua Alteza Imperial e Real, o Príncipe Dom Luiz de Orleans e Bragança, atual Chefe da Casa Imperial do Brasil, é primogênito e herdeiro dinástico do falecido Príncipe Dom Pedro Henrique de Orleans e Bragança (1909-1981), é neto de Dom Luiz de Orleans e Bragança (1878-1921), bisneto da Princesa Isabel e trineto do Imperador Dom Pedro II.

O Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança, Príncipe Imperial do Brasil é o terceiro dos doze filhos do Príncipe D. Pedro Henrique de Orleans e Bragança (1909-1981), Chefe da Casa Imperial do Brasil até seu falecimento é neto de D. Luiz de Orleans e Bragança (1878-1921), bisneto da Princesa Isabel e trineto do Imperador Dom Pedro II, último monarca dos brasileiros.