Sair da Vila Bela Vista e ir para as Moradias Alto do Bela Vista do Passaúna parece não ter muita diferença. Mas tem para 349 famílias que estão saindo de uma ocupação irregular dentro da Área de Preservação Ambiental (APA) do Passaúna, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

Em uma primeira fase, 146 destas famílias serão relocadas para um novo loteamento até o dia 30. Estão programadas 15 mudanças por dia. O restante mudará para o mesmo local em outubro, novembro e dezembro.

A Vila Bela Vista tem condições precárias de moradia, além de representar um alto risco para a APA. O novo loteamento é muito próximo da vila, mas está localizado fora da área de preservação.

As casas, construídas pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab), possuem entre 33 e 42 metros quadrados. O investimento total – construção de casas, infra-estrutura e aquisição de terreno – foi de R$ 7,2 milhões. A transferência será de forma gradativa porque algumas casas ainda estão em fase de construção.

Cicíro Back

Casas possuem entre 33 e 42 metros quadrados. Mudança começou ontem e vai até dia 30.

A salgadeira Jucilene de Oliveira, grávida de nove meses, se mudou ontem junto com a sua família. A mudança começou às 6h e deu bastante trabalho. Ela morava há 15 anos na Vila Bela Vista. “Na nova casa será melhor porque é um endereço fixo, tem estrutura”, comentou.

O instalador de som Geliade Crescêncio de Souza também fez a sua mudança ontem, junto com a esposa e o filho. “Sei que estou perdendo o investimento que fiz na casa de onde estou saindo. Mas lá vai ser bem melhor”, contou. Após a transferência completa dos moradores, as casas da ocupação irregular serão desmontadas e o local passará por revitalização.