As 174 pessoas que saíram de casa devido às chuvas já deixaram os abrigos oferecidos pela prefeitura de Curitiba e retornaram às suas residências. Os equipamentos municipais que acolheram as famílias continuam em estado de sobreaviso para o caso de necessidade.

“A situação é preocupante, mas está sob controle. A prefeitura está de sobreaviso, monitorando as áreas para poder atuar com rapidez nas situações mais críticas e minimizar ao máximo os efeitos das chuvas para a população”, disse o prefeito Gustavo Fruet.

Aproximadamente 500 técnicos da Assistência Social, Defesa Civil, Guarda Municipal, Saúde, Educação e Meio Ambiente trabalharam nas ações de combate à cheia e no atendimento da população atingida. Houve manejo de comportas dos parques São Lourenço e Barigui.

Na manhã de ontem, o nível das águas tinha sido normalizado. A prefeitura distribuiu às vítimas das enchentes 900 cestas básicas, 250 marmitas, 100 metros de lona e 314 cobertores.

“Nossas prioridades agora estão focadas na saúde e limpeza pública”, disse o secretário executivo da Defesa Civil municipal, Osiris Klamas.

Perto de 300 toneladas de entulho já foram recolhidas. O esforço está concentrado especialmente nos bairros Boqueirão, Cidade Industrial, Uberaba, Cajuru e Atuba, que foram os mais atingidos pela cheia dos rios Barigui e Belém.